sexta-feira, novembro 05, 2004

Lil' Sis

Ela passou ANOS tentando entender por que sempre quis ser como eu. É a típica irmã mais nova, que jura que tem que andar atrás da mais velha tentando aprender sabe-se lá o quê. Quando ela nasceu, eu tinha três anos e sete meses neste mundo e era a mais velha das crianças que eu conhecia com a minha idade. Continuei sendo. Aos 30, finalmente alcancei a idade que eu sempre tinha de ter tido. Ela, aos 27, começa a se dar conta da incrível mulher em que se transformou.

A minha irmãzinha cresceu. Está crescendo. E eu começo a me achar uma abobada do lado dela. E começo a querer imitá-la em algumas coisas. E me pego sentindo uma inveja branca, quase transparente, de vê-la vivendo coisas que eu já vivi e de que sinto saudade. Mas ela está vivendo tudo de um jeito diferente. De um jeito que só ela sabe fazer. No estilo que ela criou para ela mesma.

E eu fico feliz com isso. Muito feliz.

0 Falaram:

Postar um comentário

Link

Criar um link

<< Volta