segunda-feira, outubro 04, 2004

Bendito preconceito

Não gosto de ler ficção científica. No cinema até me interessa, mas, na literatura... acho uma chatice.

Taí por que nunca tinha lido Vonnegut. Mesmo com o Márcio e o Paulo Moreira insistindo, dizendo – com razão – que o cara era o máximo e tal e coisa.

Eis que sou abençoada com a tarefa de traduzir um clássico absoluto do sujeito. E me sinto na obrigação de ler pelo menos um dos livros dele. Posso não gostar, mas preciso reconhecer a importância da figura, certo?

Ontem terminei o Timequake. Perfeito. Na medida certa. Tocante. Engraçado. Encantador. Genial. O texto é primoroso e divertido, a linguagem, inacreditável, o discurso, absolutamente coerente e moderno. Matadouro 5, que está em andamento, é a melhor coisa que já traduzi desde sempre.

O lado bom de ter sido preconceituosa por tanto tempo? Ainda tenho TODA a obra dele por ler.

Tlintlim!

0 Falaram:

Postar um comentário

Link

Criar um link

<< Volta