quarta-feira, junho 02, 2004

AGORA NÃO DÁ

Coisas por que jornalistas têm de passar. Hoje uma ex-colega teve um diálogo surreal por telefone com alguém da defesa civil de Maceió por causa dos mortos nas chuvas e tentando pegar informações. Do outro lado da linha, o "encarregado" pediu para ela ligar na sexta-feira que então eles teriam informações mais precisas. Naquele momento, justificou o prestativo sujeito, "ele estava embolado em um monte de papelada".

Comentário da Marcela, inspiradora deste post: "agora tu imagina, a chuva e as mortes são hoje, mas liga na sexta, tá?"

0 Falaram:

Postar um comentário

Link

Criar um link

<< Volta