sexta-feira, fevereiro 13, 2004

Aliás, da série Frustrações Inconfessáveis: eu gosto do John Cusack desde 1985, quando assisti numa cópia pirata no videocassete novo da família a Better Off Dead. Eu tinha 11 anos e ficava pensando no quanto a diferença de sete anos poderia atrapalhar o nosso romance (hahaha).

Na seqüência, assisti a One Crazy Summer, a The Journey of Natty Gunn e a A Coisa Certa – que ainda por cima me despertou para o cinema do Rob Reiner, o mesmo de Harry & Sally, Conta Comigo e A Princesa Prometida.

Quando saiu Os Imorais, fui assistir no ABC como se fosse a estréia de um velho conhecido, um vizinho, um amigo de infância no cinemão. EU tinha descoberto aquele talento! Desde então, ele fez tanta coisa e ficou tão conhecido que eu perdi o tesão de assistir a cada fotograma mil vezes como antes. Tá certo que isso coincidiu com o fim da minha adolescência, mas, ainda assim, eu me sinto meio que como dona dele.

Coisa freak!

0 Falaram:

Postar um comentário

Link

Criar um link

<< Volta