sábado, abril 30, 2005

Dia 7

Dia carioca. Quer coisa melhor?

Começou com uma banda a pé por Copacabana, seguida de uma visita ao Dodô no escritório dele no Catete. Depois de um almoço nordestino no Severyna (Baião de dois), um passeio pelo Palácio do Catete (meio atirado às traças).

Quatro estações de metrô mais adiante, conferimos à mostra do Henfil no CCBB, só para eu descobrir que devo ter lido e visto TUDO o que ele fez sem perceber. Valeu pelos originais.

Ao lado da Candelária pegamos um ônibus que nos deixou (debaixo de uma chuva torrencial) no Arpoador, de onde caminhamos até a Letras & Expressões. Traçamos um toucinho do céu em sociedade e gastamos as calorias voltando a pé.

Banho e produção rápida, e já estávamos a caminho da casa do nosso terceiro casal anfitrião (sim, a gente tá abusando da boa vontade dos amigos), com quem assistimos a uma peça muito bacana no Teatro Clara Nunes – Um Caminho Para Dois – antes de seguir para o Bazzar, em Ipanema.

0 Falaram:

Postar um comentário

Link

Criar um link

<< Volta