sexta-feira, julho 16, 2004

MEMÓRIA DE FORMIGA

Eu nunca lembro direito de nada. A Carol, minha irmã, tem uma memória de elefante. Lembra de coisas inacreditáveis da nossa infância. Ela criou uma comunidade no Orkut que reúne ex-alunos do colégio onde estudamos em Sorocaba. Eis que ali está ressurgindo gente que estava no meu arquivo empoeirado e de quem, com várias exceções, claro, eu preciso me esforçar um pouco pra lembrar. A Carol não, ela lembra de TUDO. Até das músicas que a gente cantava quando ia acampar com a turma!

Link

Criar um link

<< Volta